RSS Feed

Rádio P.B!!!! Para começar a tocar clique no botão PLAY e ouça as mais lindas canções evangélicas!!

Pesquise no Blog

Banda Novo Som - Infinitamente

Posted by Dani Sans Marcadores:

Profecia

Posted by Dani Sans

A profecia, geralmente falando, é expressão vocal inspirada pelo Espírito de Deus. A profecia bíblica pode ser mediante revelação, na qual o profeta proclama uma mensagem previamente recebida por meio de um sonho, uma visão ou pela Palavra do Senhor. Pode ser também extática, uma expressão de inspiração do momento. Há muito exemplos bíblicos de ambas as formas. A profecia extática e inspirada pode tomar a forma de exaltação e adoração a Cristo, admoestação exortativa, ou de conforto e encorajamento inspirando os cristãos.

A professia se distingue da pregação comum em que, enquanto a última é geralmente o produto do estudo da revelação existente, a profecia é o resultado da inspiração espiritual espontânea. Não se tensiona suplantar a pregação ou o ensino, senão completá-los com o toque da inspiração.

A possessão do dom constituía a pessoa "profeta".
O propósito do dom de profecia do Novo Testamento é declarado em 1 Cor. 14:3 - o profeta edifica, exorta e consola os crentes.

A inspiração manifestada no dom de profecia não está no mesmo nível da inspiração das Escrituras. Isso está implícito pelo fato de que os crentes são instruidos a provar ou julgar as mensagens proféticas. Por que julgá-las ou prová-las? Uma razão é a possibilidade de o espírito humano confundir mensagem com a divina.

1 Tess. 5:19-20 trata da operação do dom da professia. os conservadores tessalonicenses foram tão longe em sua desconfiança quanto a esses dons (versículo 20), que estavam em perigo de extinguir o Espírito (v. 19); mas Paulo lhes disse que provassem cada mensagem (v.21) e que retivessem o bem, e que se abstivessem daquilo que tivesse aparência do mal (v. 22).

Deve a profecia ou a interpretação ser dada na primeira pessoa do singular, como por exmplo: "Sou eu, que vos estou falando, povo meu"?
A pergunta é muito importante, porque a qualidade de certas mensagens tem feito muita gente duvidar se foi o Senhor mesmo quem falou dessa maneira. A resposta depende da idéia que tenhamos do modo da inspiração.

Será mecânica? Isto é, Deus usa a pessoa como se fosse um microfone, estando a pessoa inteiramente passiva e tornando-se simplesmente um porta-voz? Ou, será o método dinâmico? Isto é, Deus vivifica de modo sobrenatural o a natureza epiritual. (1 Cor. 14:14), capacitando a pessoa a falar a mensagem divina em termos fora do alcance natural das faculdades mentais?

Se Deus inspira segundo o primeiro método mencionado, a primeira pessoa do singular, naturalmente, seria usada; de acordo com o segundo método a mensagem seria dada na terceira pessoa; por exemplo: " o Senhor deseja que seu povo olhe para cima e que se anime, etc."
Muitos obreiros experientes creêm que as interpretações e mensagem proféticas devem ser dadas na terceira pessoa do singular.


Sigam em: Atos 15:32; 21:9; 1
Cor. 14:29.
1 Cor. 14:3
1 Cor. 14:29
Jer. 23:16
Ezeq. 13:2,3
1 Cor. 14:14
Luc. 1:67-79; 1 Cor. 14:14,15



Fonte: Escola Bíblica Dominical
Imagens: Internet

Tipos de Religiões

Posted by Dani Sans


1) Religiões Primitivas

São religiões sem muito desenvolvimento, sem muita elaboração, sem muita teologia. São primitivas para os etnólogos, não porque seus aspectos sejam selvagens, mas porque essas religiões conservam uma forma originária de religião. Nessas religiões subsistem os *arquétipos na sua pureza primitiva, praticamente sem *racionalização.
entre elas costuma-se classificar o politeísmo, manismo, magismo...A umbanda, segundo alguns, e a religião dos índios, fariam parte dessas religiões. Face ao sentido pejorativo que o termo "primitivo" tem entre nós, muitos preferem situar a umbanda entre as religiões espiritualistas.

2) Religiões Sapienciais

São àquelas que têm como fonte um ou vários sábios. São frutos da sabedoria humana, da experiência da vida. Acentuam a meditação, a sabedoria, a contemplação. Entre elas classificam-se o hinduísmo, budismo, jainismo, taoísmo, confuncionismo, xintoísmo e as surgidas atualmente: Igreja messiânica mundial, Perfect Liberty, moonismo, Hare Krishna. Alguns autores incluem o espiritualismo brasileiro nesse grupo, embora eles mesmos se classifiquem como cristãos.

3) Religiões Proféticas

São aquelas que têm como fonte um profeta que comunica revelação recebida de Deus. Profeta significa porta-voz de Deus. São, sobretudo, o judaísmo, o cristianismo.

4) Religiões Espiritualistas

São aquelas que têm como fonte a revelação dos espíritos. Classificamos entre elas o espiritualismo de Allan Kardec e a umbanda.

5) Atitudes ou Místicas Filosóficas

São opções de vida que assumem a forma de uma crença, de uma adesão religiosa, mas não tem as características de uma religião institucional, como o dogma, a moral e os ritos. Às vezes nem aceitam o conceito de Deus.
Classificam-se entre elas o positivismo, o marxismo, o humanismo ateu, etc.

Observação: A linha de demarcação dessas categorias não é fácil, e por isso os estudiosos divergem.


*Arqueótipos [Modelo de figuras esculpidas em gesso, sobre uma base de bronze ou pedra.]
*Racionalização [Raciocínio justificativo, pelo qual se procura atribuir a determinada conduta, já concretizada, motivos aparentemente fundados na razão.


Fonte: escola bíblica dominical IEBMS
Imagens: Internet

Brilhar por Ti - Novo Tom

Posted by Dani Sans Marcadores:










Fonte: Youtube por Marcond001

Vitorioso ou Derrotado?

Posted by Dani Sans

Vitórias ou derrotas são situações que habitam dentro de nós, é uma questão de ótica.
Todos nós vivemos em um mundo onde as derrotas são partes do nosso cotidiano.
Não podemos, nem devemos fugir das derrotas, pois elas fazem parte da vida. Mas mesmo assim não precisamos ser derrotados por ela.

As vitórias também fazem parte do nosso dia-dia. Elas também acontecem em nossas vidas ainda que em modos diferentes.

Precisamos aprender a olhar para a derrota sem derrotismo e usufruir da vitória sem arrogância. Pois é preciso saber que vitória ou derrota habita dentro de cada um de nós.

Quando você estiver passando por situação onde a derrota for algo eminente em sua vida, lembre-se o que nos ensinou o salmista.

"Elevo os meus olhos para os montes; de onde vem o meu socorro?
O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.
Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não dormirá.
Eis que não dormitará nem dormirá aquele que guarda a Israel.
O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua mão direita.
De dia o sol não te ferirá, nem a lua de noite.
O Senhor te guardará de todo mal; ele guardará a tua vida.
O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre."

Salmos 121







Imagem: Internet
Centro de Literatura Evangélica Renascer

Como Identificar Uma Seita Falsa

Posted by Dani Sans

Seria redundante dizer que para identificar, uma seita falsa basta verificar se ela está fundamentada em heresias. Existem alguns aspectos muito comuns às seitas falsas; dentre eles, destacamos os seguintes:

1.     
  Jesus não é o centro das atenções – As seitas falsas, de um modo geral, subestimam o valor de Jesus. As orientais têm os seus deuses ou profetas que colocam acima de tudo e  as ocidentais ou substituem Jesus por outro “Cristo” ou colocam o Filho de Deus em posição secundária(segundo plano), tirando-lhe a divindade e os atributos divinos em conseqüência.
2.    
   Têm outras fontes doutrinárias além da bíblia – Crêem apenas em partes da Bíblia. Admitem e aceitam como “inspirados’ escritos de seus fundadores ou de pessoas que repartem com eles boa dose daquilo em que crêem. Algumas chagam a desacreditar da Bíblia, da qual fazem muitas restrições.
3.      
Dizem serem os únicos certos – Uma das principais características de uma seita é esta. Pode ter sido fundada há 5, 10, 20 ou 100 anos; não importa – é a única certa e ai daqueles que não lerem pela sua cartilha! Tais pessoas deveriam pelo menos ter o cuidado de não serem tão presunçosas.
4.      
Usam de falsa interpretação – As interpretações que fazem do texto bíblico, desprezando os princípios auxiliares da Hermenêutica têm levado inúmeras pessoas às vezes bem intencionadas a fundarem uma seita falsa. De um modo geral isso acontece pela total ignorância das regras de interpretação do nosso próprio idioma que são ensinadas em nossos colégios.


*Hermenêutica – estudo da interpretação de palavras, leis, textos divinos, etc.


Fonte: Escola Bíblica Dominical - Igreja Evangélica Batista M.S

Recebimento dos Dons. Requisitos

Posted by Dani Sans

Deus é soberano na questão de outorgar os dons; é ele quem decide quanto à classe de dom a ser outorgado. Ele pode conceder um dom sem nenhuma intervenção humana, e mesmo sem a pessoa o pedir. Mas geralmente Deus age em cooperação com o homem, e há alguma coisa que o homem pode fazer nesse caso. Que se requer daqueles que desejam os dons?





a) Submissão a vontade divina: A atitude deve ser, não o que eu quero, mas o que ele quer. Às vezes queremos um dom extraordinário, e Deus pode decidir por outra coisa.

b) Ambição santa: “procurai com zelo os melhores dons” (1 Cor. 12:31; 14:1).muitas vezes a ambição tem conduzido as pessoas à ruína e ao prejuízo, mas isso não é razão de não a consagrarmos ao serviço de Deus.

c) Desejo ardente: pelos dons naturalmente resultará em oração, sempre em submissão a Deus. (1 Reis 3:5-10: 2 Reis:29,10.)

d) Fé: alguns têm perguntado o seguinte: “devemos esperar pelos dons?” posto que os dons espirituais são instrumentos para a edificação da igreja, parece mais razoável começar a trabalhar para Deus e confiar nele a fim de que conceda o dom necessário para a tarefa particular. Desse modo o professor da Escola Dominical confiará em Deus para a operação dos dons necessários a um mestre; da mesma maneira o pastor, o evangelista e os Neófitos ( novos decididos). Uma boa maneira de receber os dons espirituais é estar “na obra” de Deus, em vez de estar sentado, de braços cruzados, esperando que o dom caia do céu.

e) Aquiescência: o fogo da inspiração pode ser extinguido pela negligência; daí a necessidade de despertar (literalmente “acender”) o dom que está em nós (2 Tim. 1:6; 1 Tim. 4:14).



Fonte: Escola Dominical - Igreja Evangélica Batista M.S

Michael W. Smith - Agnus Dei

Posted by Dani Sans Marcadores:

Batismo

Posted by Dani Sans Marcadores:


João batizava os homens na água, e Jesus no Espírito. O batismo de Jesus é a vida do Espírito.
O batismo cristão é feito normalmente nas águas.
A água simboliza a pureza e lava. Geralmente vemos o batismo por imersão, ou seja, o Cristão é mergulhado nas águas.
Feito em águas de rios ou piscinas.
Através do batismo muda-se. Morte para o mundo, vida em Jesus.
Porém é preciso que se conheçam as responsabilidades de uma pessoa batizada.
Se batizar não quer dizer que você está salvo, é um momento de mudança total, é a oficialização da conversão. Uma aliança com Cristo, mudança interior. Jesus ordenou que seus discípulos batizassem e ensinassem a guardar os seus mandamentos.
De nada adianta batizar um bebê se não houver ensino. O bebê já nasce puro. Ao contrário de uma pessoa já adulta que já conhece o mundo e que já está sobre si.
Uma vez batizado, o Cristão será para sempre, além de filho, um servo de Cristo.
Daí a responsabilidade, no agir e no falar. Pensar e não cometer os mesmos erros de antes.
Por tanto, quando for batizar, pense bem. Deus não é brincadeira.
A uma canção que diz:
Deus é amor, mas também é justiça, não brinque com Deus, pois ele está em sua mira.
Cantora Hildinha.

Dani


Quer seguir?

II Coríntios 5:17

Jó 14:15

Marcos 16:16

Mateus 28:16-20

Passeio Bíblico

Posted by Dani Sans


Nada como dar um passeio na palavra de Deus seja através da música, da leitura, de um CD-ROM de sites e. A palavra de Deus foi escrita para todos sem excessão. Tanto para os que nela creditam quanto para os quem não. Mas ainda assim ela é o assunto mais tratado de todos os tempos principalmente por quem não acredita na existência de um Deus todo poderoso, ela sempre está lá nos assuntos diversos tratados pela humanidade. Ela é entendida por muitos, mal interpretada por outros, usada como espada e às vezes é deixada aberta num canto da casa no livro de Salmos, como se fosse um amuleto. Bem a verdade é uma só. A bíblia está aí para ensinar ou confundir. Para quem quiser ler e passar aos outros que Jesus Cristo vive e que ele é amor, mas sobretudo, é justiça.

Lá tem tudo que qualquer ser humano precisa saber, até as mais frequentes dúvidas. De onde eu vim? Para onde vou? O que estou fazendo aqui?

Muitos à usam como seu principal livro de auto-ajuda, como remédio para depressão, aquele livro de cabeceira, rico de informações e histórias lindas, fortes e principalmente verdadeiras.

Alguns seguem pastor, seguem religião, mas, o importante é seguir a verdadeira Palavra de Deus, o Livro da Vida.


Dani

Ocorreu um erro neste gadget

Minha lista de blogs

Bem vindos!!


Oficina do Gif