RSS Feed

Rádio P.B!!!! Para começar a tocar clique no botão PLAY e ouça as mais lindas canções evangélicas!!

Pesquise no Blog

Profecia

Posted by Dani Sans

A profecia, geralmente falando, é expressão vocal inspirada pelo Espírito de Deus. A profecia bíblica pode ser mediante revelação, na qual o profeta proclama uma mensagem previamente recebida por meio de um sonho, uma visão ou pela Palavra do Senhor. Pode ser também extática, uma expressão de inspiração do momento. Há muito exemplos bíblicos de ambas as formas. A profecia extática e inspirada pode tomar a forma de exaltação e adoração a Cristo, admoestação exortativa, ou de conforto e encorajamento inspirando os cristãos.

A professia se distingue da pregação comum em que, enquanto a última é geralmente o produto do estudo da revelação existente, a profecia é o resultado da inspiração espiritual espontânea. Não se tensiona suplantar a pregação ou o ensino, senão completá-los com o toque da inspiração.

A possessão do dom constituía a pessoa "profeta".
O propósito do dom de profecia do Novo Testamento é declarado em 1 Cor. 14:3 - o profeta edifica, exorta e consola os crentes.

A inspiração manifestada no dom de profecia não está no mesmo nível da inspiração das Escrituras. Isso está implícito pelo fato de que os crentes são instruidos a provar ou julgar as mensagens proféticas. Por que julgá-las ou prová-las? Uma razão é a possibilidade de o espírito humano confundir mensagem com a divina.

1 Tess. 5:19-20 trata da operação do dom da professia. os conservadores tessalonicenses foram tão longe em sua desconfiança quanto a esses dons (versículo 20), que estavam em perigo de extinguir o Espírito (v. 19); mas Paulo lhes disse que provassem cada mensagem (v.21) e que retivessem o bem, e que se abstivessem daquilo que tivesse aparência do mal (v. 22).

Deve a profecia ou a interpretação ser dada na primeira pessoa do singular, como por exmplo: "Sou eu, que vos estou falando, povo meu"?
A pergunta é muito importante, porque a qualidade de certas mensagens tem feito muita gente duvidar se foi o Senhor mesmo quem falou dessa maneira. A resposta depende da idéia que tenhamos do modo da inspiração.

Será mecânica? Isto é, Deus usa a pessoa como se fosse um microfone, estando a pessoa inteiramente passiva e tornando-se simplesmente um porta-voz? Ou, será o método dinâmico? Isto é, Deus vivifica de modo sobrenatural o a natureza epiritual. (1 Cor. 14:14), capacitando a pessoa a falar a mensagem divina em termos fora do alcance natural das faculdades mentais?

Se Deus inspira segundo o primeiro método mencionado, a primeira pessoa do singular, naturalmente, seria usada; de acordo com o segundo método a mensagem seria dada na terceira pessoa; por exemplo: " o Senhor deseja que seu povo olhe para cima e que se anime, etc."
Muitos obreiros experientes creêm que as interpretações e mensagem proféticas devem ser dadas na terceira pessoa do singular.


Sigam em: Atos 15:32; 21:9; 1
Cor. 14:29.
1 Cor. 14:3
1 Cor. 14:29
Jer. 23:16
Ezeq. 13:2,3
1 Cor. 14:14
Luc. 1:67-79; 1 Cor. 14:14,15



Fonte: Escola Bíblica Dominical
Imagens: Internet

Tipos de Religiões

Posted by Dani Sans


1) Religiões Primitivas

São religiões sem muito desenvolvimento, sem muita elaboração, sem muita teologia. São primitivas para os etnólogos, não porque seus aspectos sejam selvagens, mas porque essas religiões conservam uma forma originária de religião. Nessas religiões subsistem os *arquétipos na sua pureza primitiva, praticamente sem *racionalização.
entre elas costuma-se classificar o politeísmo, manismo, magismo...A umbanda, segundo alguns, e a religião dos índios, fariam parte dessas religiões. Face ao sentido pejorativo que o termo "primitivo" tem entre nós, muitos preferem situar a umbanda entre as religiões espiritualistas.

2) Religiões Sapienciais

São àquelas que têm como fonte um ou vários sábios. São frutos da sabedoria humana, da experiência da vida. Acentuam a meditação, a sabedoria, a contemplação. Entre elas classificam-se o hinduísmo, budismo, jainismo, taoísmo, confuncionismo, xintoísmo e as surgidas atualmente: Igreja messiânica mundial, Perfect Liberty, moonismo, Hare Krishna. Alguns autores incluem o espiritualismo brasileiro nesse grupo, embora eles mesmos se classifiquem como cristãos.

3) Religiões Proféticas

São aquelas que têm como fonte um profeta que comunica revelação recebida de Deus. Profeta significa porta-voz de Deus. São, sobretudo, o judaísmo, o cristianismo.

4) Religiões Espiritualistas

São aquelas que têm como fonte a revelação dos espíritos. Classificamos entre elas o espiritualismo de Allan Kardec e a umbanda.

5) Atitudes ou Místicas Filosóficas

São opções de vida que assumem a forma de uma crença, de uma adesão religiosa, mas não tem as características de uma religião institucional, como o dogma, a moral e os ritos. Às vezes nem aceitam o conceito de Deus.
Classificam-se entre elas o positivismo, o marxismo, o humanismo ateu, etc.

Observação: A linha de demarcação dessas categorias não é fácil, e por isso os estudiosos divergem.


*Arqueótipos [Modelo de figuras esculpidas em gesso, sobre uma base de bronze ou pedra.]
*Racionalização [Raciocínio justificativo, pelo qual se procura atribuir a determinada conduta, já concretizada, motivos aparentemente fundados na razão.


Fonte: escola bíblica dominical IEBMS
Imagens: Internet

Ocorreu um erro neste gadget

Minha lista de blogs

Bem vindos!!


Oficina do Gif